13/12/2012

Sai de si e vem curar seu mal.



Gosto de escrever linhas tortas, ler coisas complexas, ouvir apenas instrumentos tocando, gosto dos velhos poetas e amantes e dos velhos costumes.
Gosto de misturar cigarro, café e Chico  Buarque, ou Cerveja, incenso e Maria Gadú, poesia marginal e tinto seco, só me falta a boa compania que sempre rende uma boa conversa.
Gosto de cinema mudo porque o silêncio nos prende mais a atenção, gosto do falado porque o barulho desvia a atenção do que não a merece.

Gosto mesmo é de sair de mim, pra curar meus males. Encantar e ser encantada, gosto de escolher uma música pra descrever meu dia, gosto dos fones de ouvido e trilha sonora em tudos os momentos. E novos momentos e novas descobertas.

O inverso do inverso que me vem acontecendo.
Esses dias tão Leminsk, tão Cacaso, quase Ericson Pires...
Se não sair deles, lentamente se tornam Hitchcock...


Vai me ver com outros olhos ou com os olhos dos outros?
Paulo Leminsk.

2 comentários:

  1. Viajei com o texto e amei. Parabéns!!!!!!!!!!!"

    ResponderExcluir
  2. Obrigado querido anônimo, seja bem vindo ao café.

    ResponderExcluir

O Blog se alimenta dos seus comentários. Obrigado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...