12/09/2016

Meio Café.

Faz mais de um ano que não escrevia por essas bandas.

Estar por aqui novamente não é bom sinal.
Descobri isso aos poucos, devagar e as custas de muita dor, demorei mas percebi, relendo post por post que esse lugar é um baú infinito aonde jogava (e parece que volto a jogar) dor, decepções e perspectivas infundadas.

Voltei, voltei porque cansei de meios cafés meias cervejas....

Uma vez, eu estava em uma mesa de um almoço: eu, o namorado da minha mãe e suas duas filhas.
A mais nova (da minha idade) foi a primeira a terminar seu prato e logo se levantou para correr e brincar. Seu pai então a corrigiu e a fez se sentar novamente pois eu não havia terminado de comer.
Eu não tinha mais que oito  anos, mas ali percebi a lição de que compania vai muito além de comer junto em sincronia, que eu não precisava correr com minhas garfadas para acompanhar quem estava na mesa, mas quem estava na mesa deveria demonstrar o apreço pela minha compania e permanecer na mesa tendo terminado ou não.

Vinte anos depois, me pego comendo rápido ou terminando sozinha.
Não vou me culpar por isso, fui educada (e muito bem) desde pequena e se minha compania só vale somente até o seu café terminar, nem se sente a mesa comigo.

Café tem em qualquer boteco.
Compania não.

___________________________________
"Você não tá 
entendendo 
quase nada
 do que eu digo..."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Blog se alimenta dos seus comentários. Obrigado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...